quinta-feira, 15 de janeiro de 2004

A certeza de hoje pode não valer amanhã



É verdade, casamento bom era aquele que durava "até que a morte os separe". Se ainda fosse assim eu taria fodido, eu sei, mas seria por um erro meu, se decidido na hora certa e com a pessoa certa, que mal há?



Sei lá, acho que tô falando besteira. Eu quero chegar a qualquer conclusão, mas por favor, não decida por mim. Eu demoro mas consigo. Sempre.

Nenhum comentário: