terça-feira, 27 de janeiro de 2004

Meu nome é Eulâmpio Morais, mas, por favor, só me chame de Morais. Nasci em João Pessoa, Paraíba, no Hospital Santa Isabel, em 1970. Como todos já sabem, naquele ano o Brasil foi tri-campeão na copa e um amigo do meu pai, que sempre dizia "Hospital quando tem nome de santo é pra sair correndo, por que tem que pedir pro santo ajudar" - Eu não tenho do que reclamar, estou vivo até hoje, aliás, eu nasci com quase 5 kg, minha mãe poderia ter morrido - levou uma camiseta da seleção, que minha mãe guarda até hoje, mesmo depois de quase ter sido devorada por Thor, um labrador demente que a gente tinha em casa.

Eu também gostaria de explicar a origem do meu nome, é que minha mãe queria me chamar de Roberto (bacana), mas enquanto ela estava lá, toda costurada na maternidade, meu pai se juntou com a minha tia e os dois resolveram homenagear o meu falecido avô, o médico Eulâmpio Morais, sacanagem. Talvez venha daí a vontade que o meu pai tinha de que eu fosse médico.



Eu me formei em Engenharia Civil, sou casado, pai de uma menina de 8 anos e desempregado.

Nenhum comentário: