terça-feira, 28 de junho de 2005

Recado

Olha o recado dado por Fábio Moon... eu sei que já me falaram isso várias (inúmeras) vezes, e que todas as vezes eu não consegui me mexer, vencido pela minha inércia. O cálculo é simples: não faça nada e não terá nada. Talvez eu precise daquela "energia de ativação", que dá início a todas as reações e transformações químicas na natureza. O meu medo é de que eu precise de energia demais pra começar - o que leva tempo, se comparar processos como combustão e oxidação.

Eu desenho e não desenho. Eu escrevo e não escrevo. Eu crio e não crio. Eu falo, mas não faço.

Foi-se o tempo em que eu brincava com bonequinhos, onde eu criei todo um universo de seres super poderosos e de pessoas comuns, mas que não passou de brincadeira. Hoje, eu quero tornar aquilo uma coisa séria - claro que nem tudo será aproveitado... rs. Eu quero contar as histórias que me atormentam o juízo. Quero arrancar dos meus cadernos as pessoas que criei, dei vida, mas não dei uma vida para viverem. Quero me redimir com elas.

A energia tá aumentando e eu preciso torná-la maior, antes que pare de novo de crescer.