sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Frank Miller e a estética de Sin City



Frank Miller revolucionou as adaptações dos quadrinhos para o cinema. Foi algo tão marcante que parecia que ninguém mais poderia repetir o feito, já que a estética e o ritmo viraram marca de Sin City.

Acontece que a repetição veio, e pelas mãos do próprio Miller. The Spirit, nova adaptação com lançamento previsto para 2009, tem a cara de Sin City: o clima noir e uma cor vibrante, destacando algum detalhe - no caso de The Spirit, a gravata vermelha de Denny Colt.



Outro elemento marcante na produção é o abuso de cenários 3D, por meio do chroma key, que "recorta" os atores, facilitando sua inserção em outro cenário.



Samuel L. Jackson, como Octopus


Eva Mendez, como Sand Saref


Gabriel Macht, como Spirit/Denny Colt

Há, é verdade, uma alternância entre cenas em preto e branco e em cores, mas a julgar pelo material de divulgação - incluindo o trailer -, The Spirit adota sim o visual de Sin City".

Sin City foi adaptado dos quadrinhos de Frank Miller pelo diretor Robert Rodriguez, que adotou a estética dos quadrinhos de Miller. O autor de Sin City trabalhou no filme como co-diretor.

Ou seja, a visual adotado por Rodriguez tinha uma justificativa; em The Spirit entende-se que Miller repete o formato, já que a obra de Will Eisner não apresenta (a não ser o clima noir) essas características.

Fica a curiosidade de ver o resultado final disso, enquanto que a espectativa cai vertiginosamente.

Nenhum comentário: