sexta-feira, 3 de julho de 2009

Em busca da idéia perfeita

Às vezes, é difícil entender o que o cliente quer, assim como também muitas vezes não nos convencemos de que estamos no caminho certo. Pois eu me deparei com mais um trabalho desses. Tive que desenhar, redesenhar, pensar e repensar em como representar o desejo e a necessidade do cliente.

Segue abaixo o trajeto do trabalho, ainda em andamento. Clique nas imagens, pra ampliá-las.

Primeira idéia, representar a loja de maneira realista. As cores e os elementos das prateleiras nem foram elaborados e a idéia foi logo abandonada, por ser dura demais.


O realismo deu lugar ao conceito de boudoir, com um desenho a mão livre.

Alguns elementos que deveriam entrar no novo leiaute.

Mais uma mudança, desta vez, dando mais profundidade ao ambiente e uma colorização noir.

E aqui com um novo estudo de colorização.

Mais uma mudança radical, desta vez, voltando ao realismo, mas mantendo o cenário do boudoir.

Aqui, com as texturas e mais alguns objetos de cena aplicados.

Provavelmente, esta história continua... B-)

2 comentários:

eduardo disse...

querido amigo OSI,

seu dia tem 60 horas?

lindo o seu trabalho.

abração.

eduardo pigatto

Osi disse...

Quem dera, meu caro, quem dera...